menu

11 de maro de 2018 às 02:00

Alexandre Borges dirige Déde Santana em 'Palhaços', peça de Timochenko Wehbi

MARIA LUÍSA BARSANELLI
DE SÃO PAULO

O ex-trapalhão Déde Santana volta às trapalhadas, mas desta vez na tragicomédia "Palhaços", clássico de 1974 do dramaturgo paulista Timochenko Wehbi. A montagem chega a São Paulo, nesta sexta-feira (16), após temporada em Brasília.

Dirigido por Alexandre Borges, Dedé –ele próprio filho de artistas circenses– interpreta o palhaço Careta, que se depara com um espectador, o vendedor de sapatos Benvindo (Fioravante Almeida), no seu camarim.

De pronto, Careta desmonta os sonhos de Benvindo, um admirador do mundo do circo. A sequência de diálogos é um tanto ríspida, crítica à sociedade e de um tom surreal. Acaba versando sobre a condição do artista e a existência humana, num paralelo entre o picadeiro e as relações.

Centro Cultural Banco do Brasil. R. Álvares Penteado, 112, tel. 3113-3651. Sáb.: 20h. Dom.: 19h. Seg.: 20h. 16/3 a 7/5. 12 anos. 70 min. Ingr.: R$ 20.

*

REMONTAGEM

Encontro com o carrasco

Trinta anos após sua célebre montagem de "Diálogo Noturno com um Homem Vil", Roberto Lage volta a dirigir o texto de Friedrich Dürrenmatt. Aílton Graça e Celso Frateschi vivem um escritor e seu carrasco, que, antes da execução, falam sobre a vida.

Sesc Ipiranga. Bom Pastor, 822, tel. 3340-2000. Sex. e sáb.: 21h. Dom.: 18h. Estreia 16/3. Até 22/4. 14 anos. 60 min. Ingr.: R$ 9 a R$ 30.

*

MUSICAL

Alta velocidade

Depois de uma temporada no Rio, chega a São Paulo "Ayrton Senna, o Musical", sobre o piloto de Fórmula 1 (vivido por Hugo Bonemer). A peça, dirigida por Renato Rocha, conta com efeitos e acrobacias num cenário que simula uma pista de corrida.

Teatro Sérgio Cardoso. R. Rui Barbosa, 153, tel. 3288-0136. Qui. e sex.: 20h30. Sáb.: 17h e 21h. Dom.: 18h30. Estreia 16/3. Até 3/6. 140 min. Livre. Ingr.: R$ 50 a R$ 150.

Fonte: FOLHA

comentários

Estúdio Ao Vivo